TERAPIA CHI KUNG

TERAPIA CHI KUNG

Chi Kung pode traduzir se por “cultivo da energia”, ou “desenvolvimento da energia”. Em termos de Medicina Chinesa, o Chi Kung é a arte de promover os “Três Tesouros” Jing, Chi e Shen, acalmando a mente, controlando a respiração e exercendo posições e movimentos fisícos.
A prática do Chi Kung é provavelmente anterior aos primeiros relatos da Acupunctura, prática que foi desenvolvida com estratégias, exercícios e transmitidas e aperfeiçoados ao longo das gerações de famílias praticantes. É agora sujeita a metodologias de investigação científica com evidentes benefícios desta prática.
- Exercício Chi Kung como prática preventiva
- Tratamento curativo Chi Kung

EXERCÍCIOS

Os exercícios Chi Kung podem ser subdivididos em quatro categorias principais:
- Exercícios estásticos
- Exercícios  de movimento
- Exercícios respiratórios
- Execícios de meditação

DIETA

A questão da dieta em medicina chinesa  pode ser considerada a dois níveis:
- Regimes dietéticos de tratamento
- Regimes dietéticos saudáveis
Como tudo na Medicina Chinesa, uma dieta adequada é uma questão de equilíbrio, é desejável que os alimentos sejam preparados biologicamente, o mais livre possível de aditivos ou poluentes ou insecticidas A boa cozinha chinesa realça o uso de produtos frescos e cujo tempo de cozedura é mínimo, para que o chi (energia) essencial seja conserva do Padrões dietéticos saudáveis. 
Regimes dietéticos de tratamento:
No que diz respeito à dieta como parte específica do tratamento é necessário lembrar que estamos a operar precisamente na fronteira entre a dieta e fitoterapia. Como já disse anteriormente considera se que têm qualidades energéticas exactamente do mesmo modo que as plantas. Assim um profissional de Medicina Chinesa pode recomendar vários alimentos ou combinação ,com vista a tratar um padrão de desarmonia especificamente identificado.
Como se compreende a partir do que e muito brevemente falei ,os potenciais caminhos a explorar na Medicina Chinesa são consideráveis e diversos, não tendo ainda falado na Massagem Chinesa Tuinã. Ficará para breve.
A prática ideal da Medicina Chinesa é indicar os tratamentos de acordo com as necessidades individuais de cada paciente.

ALGUNS CASOS

Os breves casos não serão representados em grande pormenor. A atenção centrar-se- á nas possíveis formas de tratamento a usar, quer individualmente quer combinadas.
 

CASO1

Apresentação do Problema
Maria tem 49 anos de idade. Queixa se de uma dor imprecisa que desce pela parte posterior da perna, por vezes a dor é aguda e é um problema que tem sentido nos últimos cinco anos. Sente muito frio e queixa se de ter as costas e os joelhos sempre frios, especialmente durante o tempo frio.

Comentários
Esta é uma combinação de condições de deficiência e excesso. O problema da ciática deve-se normalmente ao facto de o frio e humidade invadir os meridianos da perna – principalmente o meridiano da Bexiga e também muitas vezes o meridiano da Vesicula biliar. No entanto outros aspectos sugerem deficiência do Yang (energia) dos rins na base da patologia.

Diagnóstico diferencial
Invasão dos meridianos (canais de energia) por frio – humidade e deficiência de Yang dos Rins.

Tratamento
O princípio de tratamento seria expulsar frio – humidade dos meridianos e tonificar e aquecer o Yang dos rins. A acupunctura seria indicada para o problema do meridiano, suplementada com moxabustão na agulha e provavelmente sobre a parte inferior das costas. A acupunctura é muito eficaz em casos de sintomas agudos de excesso.
A deficiência de Yang dos rins na base do problema.
 

CASO2

Apresentação do problema
Luís tem 21 anos. Torceu o joelho direito durante um jogo de futebol. O tornozelo está inchado e sensível ao toque. Luís sente se ansioso por receio de perder o primeiro jogo da época daqui a dias. Para alem disso luís sente se bem saudável.

Comentários
Este é claramente um problema de meridianos (canais de energia) A partir da entrevista para o diagnóstico não há evidência de qualquer desarmonia interna significativa.

Diagnóstico diferencial
Este é um caso de estagnação de Chi (energia) e Sangue nos meridianos devido a trauma físico.

Tratamento
O princípio de tratamento é aliviar a estagnação local nos meridianos movimentando o chi (energia) e sangue.
É provável que seja usada a Acupunctura em conjunto com a moxabustão sobre a área afectada, a acupunctura sobre o meridiano afectado e pontos “ashi” (pontos de dor) com manipulação de dispersão e ainda uma moxa forte para problemas agudos. A massagem tuinã também poderá ser usada para promover o fluxo de Chi e Sangue no local.